Dois times e um objetivo: a primeira vitória

Paul Dunker tenta marcar canadense no jogo de estreia no Pan

Paul Dunker tenta marcar canadense no jogo de estreia no Pan

Brasileiros e mexicanos entram em campo amanhã (às 18h pelo horário de Brasília) em busca do mesmo objetivo: alcançar a primeira vitória nos Jogos Pan-Americanos de Toronto 2015. No caso da seleção brasileira, seria a primeira vitória na história da competição, já que em nossa única participação, no Pan de 2007, saímos sem vitórias e com apenas um gol marcado.

A estreia foi contra a forte seleção da casa. Os canadenses abriram o placar e o Brasil reagiu na sequência, com um gol do artilheiro na fase de amistosos, Matheus. Mas o Canadá se impôs e acabou goleando por 9 x 1, mostrando que é sério candidato ao ouro pan-americano e a uma vaga nos Jogos Olímpicos de 2016. Já o México fez um jogo bem parelho contra o Chile. Abriram o placar logo no comecinho e tomaram a virada. Buscaram o empate no fim da partida, mas acabaram levando outro gol logo na sequência e perderam por 3 x 2. O jogo de amanhã é importante para a seleção brasileira, que busca escapar da última posição no grupo B.

Mexicanos também tentam a primeira vitória

Mexicanos também tentam a primeira vitória

Jogadoras do hóquei feminino lançam manifesto contra a CBHG

46 atletas lançaram um pronunciamento com duras críticas à gestão da Confederação Brasileira de Hóquei sobre Grama (CBHG) e ao tratamento dado à seleção brasileira feminina. Entre as jogadoras que assinaram o texto estão as vencedoras do Prêmio Brasil Olímpico Juliana Gelbcke, Laís Bernardino, Lisandra Souza e Thalita Cabral. Todos os clubes que disputam o Campeonato Brasileiro estão representados: O Macau tem 15 atletas, o Florianópolis tem 14, o Desterro conta com 12 e do Carioca 5 atletas assinam o manifesto. Entre as acusações estão a preferência pela seleção masculina em relação aos recursos financeiros, além de sexismo por parte de integrantes da comissão técnica. Outro ponto polêmico importante foi a recusa da CBHG em enviar a equipe feminina para a disputa da World League em Guadalajara, no México, num cenário em que a equipe já tem pouquíssimas possibilidades de disputar competições internacionais. Com isso, desde o fim dos Jogos Sul-Americanos de 2014, no início do ano, a seleção feminina não se reúne para treinos ou competições. As atletas criticam ainda a forma com que está sendo procurado um técnico para a seleção feminina, com pedido de envio de currículos via Facebook, além da falta de transparência em todo o processo. Elas terminam o pronunciamento em tom duro:

“Queremos um tratamento igualitário! Dar mais apoio ao masculino é um reflexo do machismo que temos dentro da nossa Comissão. Aceitarmos caladas e ficarmos reféns do nosso sonho de integrar a Seleção Brasileira, com medo de represálias, não mudará a realidade do Hóquei no Brasil. Por isso protestamos!”

A CBHG ainda não se pronunciou sobre o manifesto das atletas.

PRONUNCIA

Veja as outras partes do manifesto e os nomes das atletas que assinaram:

Título e uma semana para a estreia

Brasil conquistou a Lions Cup em Brampton, no Canadá

Brasil conquistou a Lions Cup em Brampton, no Canadá

A seleção brasileira conquistou nesse fim de semana a Lions Cup, torneio com jogos de curta duração em Brampton, no Canadá. Participaram três clubes locais e a seleção de Trinidad & Tobago, que também se prepara para os Jogos Pan-Americanos e pode ser adversária do Brasil na competição. No sábado, a seleção estreou vencendo o Hawks por 5 x 0, empatando na sequência com Trinidad em 0 x 0 e fechando o dia conseguiu mais uma vitória, 2 x 1 sobre o OKD. A decisão foi no domingo, contra Trinidad & Tobago. Depois do empate em 1 x 1, a seleção brasileira vence nos shoot-outs e ficou com o título. Trinidad teve dois desfalques importantes nesse torneio: Akim Toussaint e Stefan Mouttet, que jogam na Austrália, mas chegam para a disputa do Pan.

Comissão técnica para os Jogos Pan-Americanos: o preparador físico Christian Quintão, o auxiliar técnico Cristobal Rodriguez, o técnico Cláudio Rocha, a chefe de equipe Denise Guest e o analista de desempenho Leonardo Araújo.

Comissão técnica para os Jogos Pan-Americanos: o preparador físico Christian Quintão, o auxiliar técnico Cristobal Rodriguez, o técnico Cláudio Rocha, a chefe de equipe Denise Guest e o analista de desempenho Leonardo Araújo.

Um grande problema de Trinidad para os Jogos Pan-Americanos é a ausência do especialista em drag flicks Kwandwane Browne, que sofreu uma lesão no tendão de aquiles e vai ficar fora dos campos entre 6 e 9 meses. Browne joga há 18 anos pela seleção e tem mais de 300 jogos oficiais e é assistente técnico da seleção da Inglaterra sub-21 e técnico do Canterbury, da 1ª divisão inglesa. Com a ausência de alguns atletas por lesões ou compromissos profissionais, Trinidad & Tobago fez uma campanha muito ruim na última competição que disputou, o Round 2 da World League em San Diego, na Califórnia, em março, perdendo todos os seis jogos (Rússia 6 x 1, EUA 7 x 1, Canadá 3 x 0, Irlanda 12 x 2, Itália 2 x 1 e EUA 5 x 3). Só falta uma semana para o início da competição de hóquei nos Jogos Pan-Americanos 2015!

Desafio Paulo Gissoni: mais um torneio preparatório para o Inter

Mais de 30 atletas participaram da competição no CAP Paulo Gissoni, em Realengo

Mais de 30 atletas participaram da competição no CAP Paulo Gissoni, em Realengo

Alunos de colégios que vão disputar a 33ª edição do Intercolegial participaram do Desafio Paulo Gissoni nesse sábado (4), no colégio de mesmo nome no bairro carioca de Realengo. O coordenador do esporte na competição, o argentino Eduardo Righi, dividiu os atletas em quatro equipes: grená, lilás, azul e amarela. Mais uma vez tivemos a participação das norte-americanas Maddie e Laura, que estão no Rio de Janeiro por meio de um intercâmbio da empresa esportiva Global Players.

A americana Maddie recebe marcação de Thainá

A americana Maddie recebe marcação de Thainá

Os jogos foram marcados por muito equilíbrio e o título ficou com o time grená, que contou com a volta de Tati, um dos destaques do antigo time do Deodoro e que vai disputar o Campeonato Brasileiro desse ano pelo Castelo Waves. O vice foi da equipe lilás, com os times azul e amarelo na sequência. Após a competição, a família da atacante Thais Mendes ofereceu um ótimo almoço para as americanas na casa dela no bairro de Honório Gurgel. As intercambistas se disseram muito felizes com a ótima acolhida. O hóquei sobre grama no Intercolegial começa no dia 3 de agosto e a melhor cobertura você acompanha aqui no Hóquei Brasil.

Thaysa Senna domina a bola e recebe marcação

Thaysa Senna domina a bola e recebe marcação

Família de Thais Mendes ofereceu almoço para as americanas

Família de Thais Mendes ofereceu almoço para as americanas

Veja aqui mais fotos da competição:

Brasil vai jogar torneio no Canadá este fim de semana

LIONS CUP

A seleção brasileira já chegou ao Canadá e disputa neste fim de semana a Lion´s Cup na cidade de Brampton. O torneio vai ser disputado com partidas curtas e conta com 5 equipes no masculino, entre eles Brasil e Trinidad & Tobago. As outras são o anfitrião Lions e os clubes Hawks e OKD. O sistema de disputa vai ser de todos contra todos e os quatro primeiros colocados fazem as semifinais (1º x 4º e 2º x 3º). A final é no domingo. O primeiro jogo do Brasil é às 10h45 deste sábado, contra o Hawks. Veja a tabela completa abaixo, sendo que estamos uma hora à frente.

LIONS1

LIONS2

LIONS3

Tratamento diferenciado na seleção feminina?

Jogos Sul-Americanos de 2014: última competição das meninas

Jogos Sul-Americanos de 2014: última competição das meninas

A seleção brasileira feminina ainda não tem técnico. Mesmo assim, as atletas que moram em outros países receberam e-mail enviado pela CBHG que praticamente as convoca por antecipação para o Pan-American Challenge em outubro no Peru. O comunicado diz que as jogadoras têm que fazer treinos individuais de 2 de julho a 15 de agosto, sem mencionar qualquer tipo de avaliação por parte de profissionais da confederação. As atletas que moram no Brasil, por sua vez, vão ter que passar por avaliações físicas que começam na semana que vem, em dias de semana e em horário comercial. Além dos testes físicos por conta própria, o texto diz que as atletas que moram no exterior devem trabalhar com as seguintes datas:

– 15 de agosto a 28 de setembro – treinos na Argentina

– 29 de setembro a 12 de outubro – Pan-American Challenge no Peru

Segundo a CBHG, a entidade trabalha para ser a terceira força do hóquei sul-americano nos próximos anos, batendo Chile (22º no ranking da FIH, à frente de seleções como França e Rússia) ou Uruguai (29º). Segundo o comunicado, o plano seria anunciado às atletas que viajarem para os treinos na Argentina.

O texto diz que as atletas interessadas e disponíveis para essas datas precisam confirmar a participação nos treinos e no Pan-American Challenge, ou seja, temos praticamente uma pré-convocação.As que quiserem participar vão receber na semana que vem um plano de treinos físicos individuais.

Gasto com desenvolvimento na história é nove vezes menor que convênio da seleção

Festival em Igrejinha (RS): investimento da CBHG na base é irrisório

Festival em Igrejinha (RS): investimento da CBHG na base é irrisório

Que o desenvolvimento de jovens atletas é um grande problema no Brasil todo mundo que joga hóquei no país sabe. Mas quando vemos os números o cenário é assustador. O Hóquei Brasil fez um levantamento dos gastos da CBHG com desenvolvimento a partir dos relatórios de recursos da Lei Agnelo/Piva, única fonte fixa de renda da entidade. O levantamento abrange 9 anos, entre 2005 e 2013. O relatório de 2014 ainda não foi divulgado pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB). Nesse período foram gastos pouco mais de R$ 538 mil, o que dá uma média de menos de R$ 60 mil por ano.

Núcleo de desenvolvimento em Brasília e Alagoas?

Relatório enviado ao COB: núcleo de desenvolvimento em Brasília e Alagoas?

Para efeito de comparação, apenas o salário do técnico da seleção masculina, Cláudio Rocha, que recebe pelo convênio com o Ministério do Esporte, é de 11 parcelas de R$ 12 mil, num total de R$ 132 mil, ou seja, o salário de um membro da comissão técnica equivale a 2 anos do gasto em desenvolvimento. Apenas para se preparar em busca de uma vaga nas Olimpíadas a seleção brasileira recebeu R$ 4,9 milhões, cerca de nove vezes mais que todo o gasto da CBHG com desenvolvimento na história. Em recursos da Lei Agnelo/Piva, a CBHG recebeu até hoje cerca de R$ 16 milhões, ou seja, apenas o equivalente a menos de 4% da verba total recebida foi para o desenvolvimento.

Relatório enviado ao COB: núcleo em Londrina?

Relatório enviado ao COB: núcleo em Londrina?

Vale lembrar que a entidade já informou ao COB ter núcleos em locais como Londrina, Brasília e Alagoas, onde todos sabem que nunca houve um trabalho fixo de hóquei. E o que se vê em outros locais, na grande maioria, são clínicas e demonstrações, que funcionam bem para prestar contas ao COB ou Ministério do Esporte, com fotos de pessoas jogando. Mas cadê a continuidade dos trabalhos? poucos sobrevivem no país, e muitas vezes à custa de esforço pessoal de professores abnegados. Projetos com muitas crianças que necessitam de materiais não são atendidos, enquanto pessoas que participam de uma clínica já ganham equipamentos novos. Recentemente, a sobrinha de uma dessas professoras, do Rio de Janeiro colocou tacos e bolas à venda na Internet. Desenvolver exige trabalho árduo e investimento. Sem isso, é apenas querer sair bem na foto.